Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Sentaqui

"A maturidade permite-me olhar com menos ilusões, aceitar com menos sofrimento, entender com mais tranqüilidade, querer com mais doçura." (Lya Luft)

Sentaqui

"A maturidade permite-me olhar com menos ilusões, aceitar com menos sofrimento, entender com mais tranqüilidade, querer com mais doçura." (Lya Luft)

Elas não matam, mas...

Isto de ter de me despedir de um ano e dar as boas vindas a outro tem muito que se lhe diga, puras contradições, dizer adeus a um ano com alguma nostalgia e logo a seguir sorrir como boa anfitriã a outro que entra, não é fácil.

E nestes intervalos há que brindar..sai uma sangria com frutos silvestres!

 

Cumprimenta-se quem teve a paciência e a gentileza de me aturar durante uma noite e mais um brinde com sangria de  frutos silvestres.

 

Aparece gente conhecida e amiga, outros desconhecidos e o ritual continua...thcim, tchim...venha daí mais uma copo com a dita cuja.

 

Uma mesa cheia de iguarias,põem qualquer um a salivar... sapateiras recheadas, camarões, queijos, mexilhões acabadinhos de abrir com molho à espanhola, cogumelos recheados com alheira, carnes variadas, enchidos e desta vez muda-se de liquido e rega-se tudo com um óptimo vinho tinto que desliza suavemente iludindo os mais incautos e fazendo crer que não tinha grau, só pouco tempo depois o tom de voz sobe, as bochechas mais parecem tomates, os olhos já brilham, os temas das conversas já são mais brejeiros, já se ri por tudo e por nada, afinal o vinho até tem grau e não é pouco.

 

E começa a dança...há música para todos os gostos e até a brasileira ensina o pessoal a abanar o traseiro como só elas sabem fazer.

 

- Está quase, gritam alguns, peguem nos copos, nas passas...10,9 8,7,6,5,4,3,2,1...há abraços, beijos, os copos tilintam desta vez com champanhe e a dança continua.

 

Mas...e os doces? uma mesa reluz, vai uma investida às trouxas de ovos, lampreias, mousse disto e daquilo, gelados, bolo rei e já cansa , mas tenho que dizer de novo...mais uns copos de néctar escorregam pelas gargantas sequiosas e todo este cenário se repetiu até às tantas.

 

E a austeridade? Os cortes? O orçamento? O Passos, o Cavaco...credo, vamos deixar isso para outro dia, dia que não tardou a chegar e que quebrou o encanto de uma noite bem passada e para começar bem o ano eles lá apareceram  entraram pela minha casa dentro para me anunciarem o roubo de mais uns quantos cobres. Caramba, apaguei logo a televisão aninhei-me no sofá e bebi uma meia dúzia de canecas de chá e mais uma água das pedras , mas que não se pense que foi pelo que bebi, foi só pela azia que me atormentou quando comecei a ouvir as previsões para 2014.

 

Pronto, fico sentada aqui a acordar de um sonho de uma noite de festança e voltar à realidade de um ano de mais austeridade que aí vem.

 

 

4 comentários

Comentar post

Mais sobre mim

imagem de perfil

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D