Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Sentaqui

"A maturidade permite-me olhar com menos ilusões, aceitar com menos sofrimento, entender com mais tranqüilidade, querer com mais doçura." (Lya Luft)

Sentaqui

"A maturidade permite-me olhar com menos ilusões, aceitar com menos sofrimento, entender com mais tranqüilidade, querer com mais doçura." (Lya Luft)

Profissões com futuro

Todos os dias me defronto com mais uma subida de preço disto ou daquilo, todos os dias faço um exercício contabilístico para que o meu saldo bancário não desça a ponto de descambar. Os meus pequenos luxos já há muito foram esquecidos e nem a tentação dos saldos me demoveu deste meu propósito de luta contra o supérfluo.

Dizem que nestas alturas temos de colocar a imaginação a trabalhar, que a inovação, a criatividade, as escolhas de caminhos diferentes são o segredo para conseguir dar a volta à crise instalada.

Como não sou mulher de lamentações nem tão pouco tenho jeito para me armar em coitadinha, já desatei a investigar quais as actividades que dão dinheiro, quais as que não pagam impostos, onde não há recibos e que nestas alturas têm mais saída.

 

Podia começar por aí a fazer limpezas extra horário laboral, mas a fragilidade deste esqueleto iria dar logo sinal e seria pior a emenda que o soneto, portanto está fora de questão.

Se fosse homem, uns biscates de electricidade, canalização, electricidade, ou jardinagem, podiam dar uns trocos extras, mas como não sou, tenho que colocar esta hipótese de parte.

 

Uma para farmácia...isso mesmo, um bom negócio, eu bem reparo nos chás, xaropes, gotas, cápsulas que aí se vendem e onde não há comparticipações nem prescrição médica porque o nosso governo não reconhece este tipo de medicação; eu própria não dispenso o meu precioso Q10 que vai protegendo os meus neurónios da morte certa, mas adiada...mas há que ter capital para investir, portanto este negócio fica de fora.

 

E sentada aqui a minha imaginação não pára...que tal enveredar pelo esoterismo, ciências ocultas e afins...cartomante, astróloga, quiromante, reflexóloga, quiróloga, mestre de Reiki...dizem que em alturas destas são as actividades que têm mais procura e é ver o pessoal a desembolsar umas massas valentes na esperança de que alguém lhes diga que a vida vai melhorar; recibos estão fora de questão, é dinheiro que entra limpinho.

 

Já descobri, o meu negócio vão ser os números, numeróloga parece-me bem e vou já começar na sexta feira a jogar no euromilhões.

 

30 comentários

Comentar post

Mais sobre mim

imagem de perfil

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D